Comida

Como tratar a compulsão alimentar?

Como tratar a compulsão alimentar?

Para tratar a compulsão alimentar é preciso primeiro reconhecer que se tem uma relação de descontrole com a comida ligado a fatores emocionais. Já falamos melhor de como identificar os sintomas da compulsão alimentar no artigo: Compulsão alimentar: quando a relação com a comida é uma prisão. Mas o que fazer a partir disso? Listo abaixo 4 etapas do que fazer para tratar essa relação com a comida como válvula de escape: 1) Entender os sentimentos que são gatilho da compulsão: ansiedade, medos, angústias, preocupações, Continue lendo

O perfeccionismo tem estreita relação com os transtornos alimentares

O perfeccionismo tem estreita relação com os transtornos alimentares

O perfeccionismo tem estreita relação com os transtornos alimentares. Você já parou para pensar nisso? Pela minha experiência clínica, muitas vezes, o perfeccionismo está na raiz dos transtornos alimentares (bulimia, anorexia e compulsão alimentar). É por ter essa relação tão implacável consigo mesma e com o mundo (ou as coisas saem EXATAMENTE como eu penso ou me sinto completamente fracassado e impotente) que a pessoa se sente tão refém da relação com a comida. É por buscar um ideal de corpo e de sujeito absolutamente Continue lendo

Por que encarnar a mulher-maravilha faz você engordar?

Por que encarnar a mulher-maravilha faz você engordar?

Sei que tenho escrito pouco recentemente aqui no blog. Com filha doente, marido viajando ou trabalhando muito e com cada vez mais demanda no consultório, nos últimos dois meses, meu tempo foi bastante escasso. Nesse período, me senti frequentemente cansada, sobrecarregada e sem energia. A sensação que eu tinha era de “carregar o mundo nas costas” (como ilustra o quadrinho da Laerte no artigo Efeito sanfona: entenda suas causas emocionais e como transformá-las). Tentando “dar conta de tudo”, eu buscava encarnar a “mulher-maravilha”. Só que Continue lendo

“Você é feliz com o que você come?”: a obsessão das mulheres por dietas

“Você é feliz com o que você come?”: a obsessão das mulheres por dietas

Você é feliz com o que você come? Pois se temos a máxima, “você é o que você come”, te pergunto: a sua relação com a comida é prazerosa ou recheada de culpa? E como anda a sua relação com a sua vida? Pergunto isso, pois fui a um restaurante por quilo essa semana e depois de pesar o meu prato (com arroz, feijão, salada, batata, carne com mais de 600 gramas – sim, eu como bastante!), comecei a reparar nos pratos da mulheres na Continue lendo